O sociodrama como estratégia de pesquisa qualitativa junto a Agentes Comunitários de Saúde

Autores

Palavras-chave:

Psicodrama. Saúde mental. Agentes Comunitários de Saúde. Ciência da implementação. Pesquisa qualitativa.

Resumo

Os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) são atores estratégicos para os cuidados de saúde mental na Atenção Básica de Saúde (ABS), pois sua proximidade com a comunidade potencializa as condições de cuidados relativos à reabilitação psicossocial. Trata-se de um estudo exploratório de natureza qualitativa e participativo, que buscou identificar os impasses e desafios enfrentados pelos ACS no trabalho em saúde mental, utilizando o sociodrama adaptado à metodologia qualitativa, cujas técnicas foram a observação participante e os Grupos Focais. O estudo corresponde a uma Pesquisa de Implementação, ocorrida em 2019, que buscou qualificar o cuidado em saúde mental de uma rede de saúde de um município paulista de médio porte. Participaram 68 ACS do mesmo município, por meio de 5 sessões sociodramáticas, e os resultados foram analisados a partir da análise de conteúdo categorial temático. Em suma, o trabalho apontou que, embora os ACS apresentem grandes contribuições para o cuidado em saúde mental no território, ainda existem desafios importantes para a consolidação de sua prática; o sociodrama foi uma estratégia potente para acessar esses desafios, constituindo-se em uma ferramenta valiosa para captar fenômenos que envolviam a subjetividade e as relações sociais, inerentes às pesquisas qualitativas em saúde.

Downloads

Publicado

2023-05-28

Como Citar

1.
Leme KEF, Reis MFL dos, Amorim SGS, Campos RTO. O sociodrama como estratégia de pesquisa qualitativa junto a Agentes Comunitários de Saúde. Saúde debate [Internet]. 28º de maio de 2023 [citado 27º de maio de 2024];47(137 abr-jun):146-57. Disponível em: https://www.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/7707

Edição

Seção

Artigo Original