Aceitabilidade ao autoteste de HIV entre adolescentes Homens que fazem Sexo com Homens, travestis e mulheres transexuais em três capitais brasileiras

Autores

Palavras-chave:

Autoteste. Teste de HIV. Adolescentes. Pessoas transgênero. Minorias sexuais e de gênero.

Resumo

Introdução: O objetivo deste estudo é analisar a aceitabilidade do autoteste de HIV entre adolescentes Homens que fazem Sexo com Homens e mulheres travestis e transexuais em três capitais brasileiras. Método: estudo qualitativo, com 6 Grupos Focais e 37 Entrevistas em profundidade, envolvendo 58 participantes, nas cidades de Belo Horizonte, Salvador e São Paulo, cuja análise temática de conteúdo orientou-se pelo TheoreticalFramework of Acceptability. Resultados: boa aceitabilidade do autoteste de HIV, ainda que não homogênea entre participantes. Entre os aspectos positivos dos testes estão, por exemplo, a agilidade, a privacidade, a autonomia no monitoramento da própria saúde e a gestão emocional e de estigma. Em outra direção tem-se a preocupação em como lidar com um eventual resultado reagente e o questionamento do autoteste como estratégia de prevenção. O local de dispensação do autoteste é decisivo para potencializar ou não o uso, a depender da competência cultural para acolher a diversidade sexual e de identidade de gênero de adolescentes. Conclusão: Este estudo identificou o autoteste de HIV como uma estratégia fundamental para o incremento da autonomia e autocuidado entre adolescentes. Estas devem ser consideradas para maior adequação às culturas juvenis locais e, consequentemente, maior adesão à testagem.

Publicado

2023-05-15

Como Citar

1.
Dumont-Pena Érica, Ferraz DA de S, Greco M, Silva AP, Pedrana L, Dourado I, Greco DB, Castellanos ME. Aceitabilidade ao autoteste de HIV entre adolescentes Homens que fazem Sexo com Homens, travestis e mulheres transexuais em três capitais brasileiras. Saúde debate [Internet]. 15º de maio de 2023 [citado 21º de abril de 2024];47(136 jan-mar):56-67. Disponível em: https://www.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/7722

Edição

Seção

Artigo Original