Avaliabilidade do Programa Descolado na prevenção do uso de drogas no contexto escolar

Autores

Palavras-chave:

Avaliação de programas e projetos de saúde. Prevenção primária. Adolescente. Transtornos relacionados ao uso de substâncias.

Resumo

A prevenção do uso abusivo de álcool e drogas na adolescência tem se tornado um tema transversal nas políticas públicas e incentivado a construção de programas preventivos. Entretanto, ainda existe uma necessidade de avaliar o processo de implementação desses programas. O Estudo de Avaliabilidade (EA) é uma etapa de pré-avaliação e descreve de forma lógica como se dará o processo avaliativo. Este artigo tem como objetivo apresentar os resultados do EA do Programa Descolado – estratégia de prevenção do uso de álcool e outras drogas desenvolvida em escolas do município de Recife, Pernambuco. Trata-se de estudo avaliativo, de abordagem qualitativa, realizado por meio de pesquisa documental, entrevistas e reuniões com informantes-chave. Utilizou-se a técnica de consenso Delphi para análise dos modelos lógico da intervenção e teórico da avaliação. Os resultados demonstraram que o programa é avaliável, e a modelização permitiu melhor entendimento dos envolvidos sobre o programa. As equipes técnica e gestora refletiram criticamente sobre o programa, possibilitando ajustes nos objetivos, atividades e recursos desde o início do processo avaliativo. As perguntas avaliativas identificadas segundo componentes do Modelo Lógico podem nortear estudos subsequentes, tendo sinalizado a realização de uma avaliação de implantação – estudo de caso – do Programa Descolado.

Downloads

Publicado

2023-05-15

Como Citar

1.
Oliveira MPC de A, Gontijo DT, Schneider DR, Samico IC. Avaliabilidade do Programa Descolado na prevenção do uso de drogas no contexto escolar. Saúde debate [Internet]. 15º de maio de 2023 [citado 21º de abril de 2024];47(136 jan-mar):68-82. Disponível em: https://www.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/7759

Edição

Seção

Artigo Original