Avaliação da acurácia da informação em sites sobre leishmaniose visceral: uma estratégia de enfrentamento da desordem informacional

Autores

Palavras-chave:

Acesso à informação on-line. Portais do paciente na internet. Estudo de avaliação. Leishmaniose visceral. Doenças negligenciadas.

Resumo

As novas Tecnologias de Informação e Comunicação estão cada vez mais presentes no cotidiano de pessoas e instituições em nível global. As informações que elas veiculam podem estar desatualizadas, incompletas, incorretas ou deliberadamente mentirosas. Vive-se um contexto de ‘desordem informacional’. Na saúde, uma informação como essa pode causar dano ao indivíduo e à sociedade. Algumas alternativas têm sido apresentadas para enfrentar esse problema. Este artigo discute como a avaliação da qualidade da informação sobre saúde on-line e a certificação de sites podem servir para o enfrentamento da ‘desordem informacional’. Ele apresenta uma metodologia de avaliação da acurácia da informação on-line seguindo as informações atualizadas e cientificamente comprovadas pela medicina baseada em evidências. Analisa o caso da leishmaniose visceral: uma das doenças negligenciadas mais prevalentes no mundo. Seguindo esse método, foi construída uma ferramenta com indicadores e foram avaliados sites de organizações não governamentais internacionais e dos Ministérios da Saúde do Brasil e da Índia, países nos quais a leishmaniose visceral é endêmica e que concentram grande parte dos casos mundiais da doença. Os resultados revelam que nenhum dos sites avaliados obteve mais de 50% de conformidade com os indicadores utilizados.

Publicado

2023-05-15

Como Citar

1.
Neto AP, Ferreira E, Barbosa L, Paolucci R. Avaliação da acurácia da informação em sites sobre leishmaniose visceral: uma estratégia de enfrentamento da desordem informacional. Saúde debate [Internet]. 15º de maio de 2023 [citado 21º de abril de 2024];47(136 jan-mar):126-40. Disponível em: https://www.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/7780

Edição

Seção

Artigo Original